Serviços 

  •  

Valorização Agrícola de Lamas

Após a aprovação do Plano de Gestão de Lamas (PGL), nos termos do referido no Decreto-Lei n.º 276/2009, de 2 de Outubro, a SS bioenergias, SA. está autorizada a exercer a atividade de utilização agrícola de lamas de depuração.
 
A empresa exerce a sua atividade nesta área de acordo com o disposto no Decreto-Lei n.º 276/2009, de 2 de Outubro, que estabelece o regime de utilização de lamas de depuração em solos agrícolas e foca-se na “aplicação, em solos agrícolas, de lamas de depuração provenientes de estações de tratamento de águas residuais domésticas, urbanas, de atividades agro-pecuárias, de fossas sépticas ou outras de composição similar, designadas de lamas” e define também quais os parâmetros de aceitabilidade e os requisitos de qualidade para as lamas.
 
A compostagem surge no seguimento da missão da SS bioenergias, SA. em valorizar resíduos orgânicos. Este processo é primordial quando pensamos em sustentabilidade ambiental, visto ter grande peso no desvio da matéria orgânica não estabilizada enviada para aterro, além de que apoia o cumprimento do Decreto-Lei n.º 183/2009, que estabelece o regime jurídico da deposição de resíduos em aterro e restringe, num futuro próximo, a deposição de matéria orgânica biodegradável em aterro (“até Julho de 2020 os resíduos urbanos biodegradáveis destinados a aterro devem ser reduzidos para 35% da quantidade total, em peso, dos resíduos urbanos biodegradáveis produzidos em 1995”).

A compostagem é um processo de tratamento na qual os componentes orgânicos se decompõem biologicamente (oxidação biológica dos compostos orgânicos), em condições aeróbias controladas, até se alcançar um estado que permita a sua manipulação, o seu armazenamento e/ou a aplicação em solos agrícolas.
Através dos seus parceiros, a SS bioenergias, SA. tem capacidade para responder à necessidade de recolha e transporte rodoviário de resíduos não perigosos, oferecendo um leque de viaturas devidamente adaptadas com os mecanismos necessários (polibene e multibene), assim como colaboradores devidamente formados.
A SS bioenergias, SA possui licenciamento para armazenamento temporário no parque da Figueira da Foz. Tem capacidade para, além do armazenamento temporário de resíduos, proceder à valorização de resíduos orgânicos através do processo de compostagem.

Em 2014 a Bioenergias obteve o alvará de gestão de resíduos da unidade de armazenamento temporário de lamas  da Figueira da Foz com capacidade para 600 ton instantâneas.

Recentemente, foi iniciada a obra para o aumento da capacidade do armazenamento temporário de lamas nesta unidade.
A Bioenergias está igualmente empenhada na investigação e desenvolvimento de novas soluções para o sector onde opera.

Recentemente, foi aprovado pela DGAE o licenciamento de um corretivo alcalinizante e orgânico para oferta no mercado, em conformidade com o Decreto-Lei n.º 103/2015.
Este  corretivo permitirá o aumento do pH de solos muito ácidos a ácidos, aumento da fertilidade dos solos e correção de problemas de nutrição mineral, sendo especialmente recomendado para culturas arbóreas/arbustivas, hortofrutícolas/horto-industriais e arvenses.